terça-feira, 10 de setembro de 2013


                - Campanha Dei Ouro Para o Bem de São Paulo -


Prezado (a) leitor (a), temos muitos assuntos importantes a serem citados sobre a Revolução de 32, mas acredito que o ponto culminante foi a Campanha do Ouro, a qual mobilizou todo um Estado em prol de um único ideal.... Resgatar a Constituição abolida pelo golpe de Getúlio Vargas em 1930, o qual estava governando por decretos.

No início da Revolução de 32, os Bônus de Guerra ajudaram a financiar a luta e foram bem aceitos, mas com as vitórias das tropas federalistas, os Bônus poderiam deixar de terem seus valores pagos.

Desta forma, os revolucionários lembraram da Campanha Alemã durante a 1ª Guerra Mundial:

GOLD GAB ICH FUER EISEN - DEI OURO POR FERRO.

A partir desta lembrança, criaram a nossa Campanha do Ouro, conhecida como " DEI OURO PARA O BEM DE SÃO PAULO ".

Abaixo um cartaz que foi um grande incentivador à doação do OURO...





Abaixo outra versão do cartaz, incentivando a doação para a Campanha " Dei Ouro para o bem de São Paulo "....







Às pessoas que doavam suas alianças de casamento, recebiam em troca, anéis de metal prateado, que simbolizavam o matrimônio, com os dizeres: DEI OURO PARA O BEM DE SÃO PAULO - 1932, conforme foto abaixo.






Os profissionais de áreas específicas, recebiam durante a Campanha do Ouro, anéis, também confeccionados em metal prateado, correspondentes às suas profissões, tais como: engenheiros, advogados, médicos, dentistas, arquitetos, etc...






Quem doava OURO em moedas, medalhas ou jóias, recebia em troca uma medalha em BRONZE dourado, desenhada por José Wasth Rodrigues e que serviu de modelo para o desenho do Brasão do Estado de São Paulo.






Logo abaixo, uma Caixa completa da Campanha do Ouro, incluindo o Certificado, o qual seria personalizado à pessoa doadora.








Outra importante peça do período é a MOEDA PAULISTA,  a qual traz os versos do prezado e ilustre poeta, Guilherme de Almeida.










Esta fantástica e bem sucedida campanha arrecadou um total de 9.152.464$650 de RÉIS ou 120 Milhões de Cruzeiros no ano de 1951, equivalente a R$ 31.591.452,66 atualizado em Janeiro de 2010 por base no índice IPC-SP FIPE.


Abaixo, um dos grandes incentivos da campanha, às pessoas doarem OURO para a Vitória....







Com a Revolução irremediavelmente perdida, optou-se pela doação dos bens arrecadados, para a Santa Casa de Misericórdia e esta cuidou da fundição deste valor em barras de OURO e PRATA, além da construção do Edifício Ouro para o bem de São Paulo, na região central da cidade de São Paulo.
A intenção desta construção foi a de criar uma fonte perene de renda para a própria Santa Casa de Misericórdia com a locação das diversas salas comerciais e ao mesmo tempo, prestar uma homenagem a este belíssimo episódio de nossa história.








Este maravilhoso Edifício foi construido, nos fazendo lembrar da Bandeira Paulista, de 13 listras e como se estivesse flamulando ao vento.
Se notar no topo, aparece também um capacete que os soldados Paulistas usaram durante a campanha.

Esta foi, sem dúvida, a maior campanha existente no Brasil a qual nos deu a Vitória, não das armas, mas sim, da certeza que com este movimento, o Brasil voltaria a ter Dignidade, Ordem e Progresso !!!!





2 comentários:

  1. Cara Presidente Ana Cristina, parabéns pela belíssima postagem sobre a Campanha Dei Ouro Para o Bem de São Paulo !! Sou entusiasta do tema e fiquei bastante satisfeita com a sua matéria.
    Continue sempre assim, postando artigos relacionados a Revolução Constituinte para a apreciação de todos que tiverem a oportunidade em lerem.
    Um abraço !!

    ResponderExcluir
  2. Muito agradecida pelas palavras de entusiasmo !!!
    Irei postar muitas matérias interessantes a respeito desta Guerra Civil, a qual foi a maior batalha existente no Brasil, em prol de uma honesta e justa causa.
    Saudações Constitucionalistas !!!

    ResponderExcluir